Para refletir!

"Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome". Mahatma Gandhi

AQUELE ALGO A MAIS...

João trabalha em uma empresa tradicional de sua cidade.
Funcionário sério, muito dedicado, cumpridor de suas obrigações e, por isso mesmo, já conta em seu curriculum de trabalho 20 anos servindo funcionalmente aquela casa.
Um belo dia, ele procura o dono daquele estabelecimento comercial para fazer uma reclamação:
- Patrão, tenho trabalhado durante estes 20 anos nesta casa com toda dedicação, só que me sinto um tanto injustiçado. O Juca, que está conosco há somente três anos, já foi promovido e está ganhando mais do que eu.
O patrão escutou atentamente e disse:
- João, foi muito bom você vir aqui. Antes de tocarmos nesse assunto, tenho um problema para resolver e gostaria da sua ajuda.
Estou querendo servir frutas como sobremesa ao nosso pessoal após o almoço.
Aqui, na esquina, tem uma quitanda. Por favor, vá até lá e verifique se eles têm abacaxi.
João, meio sem jeito, saiu da sala e foi cumprir a missão que lhe fora dada.
Em cinco minutos ele estava de volta diante do patrão.
- E aí, João?
- Verifiquei como o senhor mandou. O moço tem abacaxi.
- E quanto custa?
- Isso eu não perguntei, não.
- Eles têm quantidade suficiente para atender a todos os funcionários?
- Também não perguntei isso, não.
- Há alguma outra fruta que possa substituir o abacaxi?
- Não sei, não...
- Muito bem, João. Sente-se ali naquela cadeira e aguarde-me um pouco.
O patrão pediu à secretária que chamasse o funcionário Juca.
Assim que ele chegou deu-lhe a mesma tarefa que dera ao João:
- Juca, estou querendo servir frutas como sobremesa ao nosso pessoal após o almoço. Aqui, na esquina, tem uma quitanda. Vá até lá e verifique se eles têm abacaxi, por favor.
Em oito minutos o Juca voltou.
- E então? - indagou o patrão.
O funcionário, prontamente, respondeu-lhe:
- Eles têm abacaxi, sim, e em quantidade suficiente para todo o nosso pessoal; e se o senhor preferir, tem também laranja, banana e mamão.
O abacaxi é vendido a R$ 1,50 cada; a banana e o mamão a R$1,00 o quilo; o melão R$ 1,20 a unidade e a laranja a R$ 20,00 o cento, já descascado. Mas como eu disse que se houvesse negócio a compra seria em grande quantidade, eles ofereceram um desconto de 15%.
Aí aproveitei e já deixei reservado. Conforme o senhor decidir, volto lá e confirmo ou não - explicou Juca.
Agradecendo as informações, o patrão o dispensou.
Em seguida, voltou-se para o João, que, ainda, permanecia sentado ao lado, e perguntou-lhe:
- João, o que foi mesmo que você estava me dizendo?
- Nada sério não, patrão. Esqueça. Com licença.
E, levantando-se, o João deixou aquela sala...

Conclusão!

Existe muita gente assim. Acomodada, que não faz, absolutamente, nada além do que lhe foi, estritamente, pedido ou solicitado. Sem criatividade, sem iniciativa, sem vontade de vencer os obstáculos, e algumas dificuldade de sobressair-se sobre os demais, são pessoas que acham
"que já fazem demais" e sentem-se os eternos injustiçados.

Aconselhamento!
Não se restrinja, não se limite, amplie seus horizontes.

Ouça na íntegra o Programa exibido em 18/11/2009!

video

Um comentário:

Anônimo disse...

Trabalho em uma empresa que muitas vezes pensa igual ao "João".
Bem, após ouvir a palavra hoje pela manhã na Radio, cheguei na empresa e enviei o texto para todos refletirem.

As vezes precisamos mostrar, explicar, algo que as pessas já sabem, mas não querem ver !

Obrigada

Gislene