Para refletir!

"Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome". Mahatma Gandhi

Nossa Senhora Aparecida rogai por nós!

12 de Outubro

Dia de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil

Ouça na íntegra o programa exibido em 12/10/11!

video

Programa 29/09/11!

Pensamento: “Num mundo que se faz deserto, temos sede de encontrar um amigo.”Antoine de Saint-Exupéry

Programa 28/09/11!

Pensamento: “Lembre-se de cavar o poço bem antes de sentir sede.” Provérbio Chinês

Programa 27/09/11!

Pensamento: "Não existe nenhum livro que tenha tanta variedade como a Bíblia, nenhum que tenha tanta sabedoria concentrada." Herbert Hoover

O Valor da Bíblia

Pensamento: "Em todas as minhas perplexidades e angústias a Bíblia nunca deixou de me fornecer luz e vigor." Robert E. Lee
Mensagem: O Valor da Bíblia
Ouça na íntegra o Programa exibido em 26/09/11!
video

Programa 23/09/11!

Pensamento: "Um homem feliz é como um barco que navega com vento favorável." Provérbios Chineses

Programa exibido em 23/09/11!

Américo e o 5º Mandamento

Pensamento: “As pessoas entram em nossa vida por acaso, mas não é por acaso que elas permanecem.” Lilian Tonet

Mensagem: Américo e o 5º Mandamento
Numa manhã de sábado, Américo e vários amigos jogavam um futebol animado, no campinho perto de casa. De repente, Lúcia, sua irmã, chegou correndo:
- Américo! Mamãe está chamando para você ir à feira com ela.
- Já vou! – Falou Américo meio aborrecido.
Seus colegas começaram a zombar:
- Chiii! Você ainda está nessa? Ei, isso é para os velhos – Disse um de seus amigos.
Américo, sendo um filho que respeitava as ordens de sua mãe, disse:
- É, mas preciso ajudar minha mãe.
- Olha a bola, Américo! – Disse outro amiguinho chutando a bola em direção a Américo, procurando distraí-lo e fazê-lo esquecer o chamado da mãe.
Mas desta vez, era a mamãe que o chamava:
- Venha logo, Américo!
O menino abandonou a brincadeira, um pouco envergonhado pela zombaria dos colegas.
Mãe e filho seguiram para a feira. Fazia muito calor. Ao atravessarem uma vilazinha meio deserta, D. Rosa, de repente falou baixinho:
- Américo, estou me sentindo mal...
Américo ficou assustado, amparando a mãe, que foi se sentando devagar na calçada. O menino tocou a campainha de uma casa próxima, pedindo ajuda. Levaram sua mãe para o pronto-socorro. Depois de atendê-la, o médico disse:
- Se a senhora não tivesse sido atendida a tempo, poderia ter acontecido coisa pior.
No dia seguinte, quando Américo encontrou seus amigos no campinho, eles gritaram logo:
- Como é, você vai à feira hoje também? Vai com a mamãezinha?
- Se mamãe precisar de mim, eu irei. Se eu não fosse com ela ontem, talvez agora eu não tivesse mais mãe. Ouvindo o que Américo lhes contava, os colegas abaixaram a cabeça, envergonhados de suas brincadeiras.
 5° Mandamento: Honrar pai e mãe
Autor desconhecido
Ouça na íntegra o Programa exibido em 22/09/11!
video

Pedradas

Pensamento: “O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.” Cora Coralina
Mensagem: Pedradas

"Certa vez, um ANJO escutou um choro vindo de um campo.
Ficou surpreso... ao ver quem chorava era uma ÁRVORE.
-Por que choras, dona ÁRVORE?
-Choro porque mais um dia vai começar, e o meu sofrimento também. O que me faz sofrer são as pessoas, elas jogam pedras em mim o dia inteiro, não consigo entender, "seu" ANJO. Eu, que me esforço tanto para produzir frutos deliciosos e só levo pedradas. Por que será que elas não gostam de mim?
Então, calmamente o ANJO respondeu:
-Você está enganada, dona ÁRVORE. As pessoas gostam demais de VOCÊ. E dos seus FRUTOS, por isso elas jogam pedras em você, é para pegar seus FRUTOS.
Preste bem atenção:
Ninguém joga pedra em ÁRVORE que não dá FRUTO!
Se estão jogando pedras em você, é porque você está produzindo alguma coisa que é MARAVILHOSA PARA OS OLHOS DELES."

Autor desconhecido
Programa exibido em 21/09/11!

Bolsa de água quente

Pensamento: “As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável.” Madre Teresa de Calcutá
Mensagem: Bolsa de água quente (Uma história real...)
Certa noite eu estava fazendo de tudo para ajudar uma mãe em trabalho de parto. Apesar do esforço ela não resistiu e nos deixou com um bebê prematuro e uma filha de dois anos em prantos. Era muito complicado manter o bebê vivo sem uma incubadora, pois não tínhamos eletricidade para ativar a incubadora. Também não tínhamos recursos adequados de alimentação. Mesmo morando na linha do equador, as noites eram, frias com aragens traiçoeiras. Uma das aprendizes de parteira foi buscar a caixa que reservávamos a tais bebês e os panos de algodão para envolvê-lo. Uma outra, foi acender o fogo para aquecer uma chaleira com água, para a bolsa de água quente. Sem demora, retornou desconsolada pois a bolsa disponível, havia rompido. Borracha estraga fácil em clima tropical.
- Era nossa última bolsa - disse-me ela.
Assim como no ocidente se diz que "não adianta chorar sobre o leite derramado", na África Central poderia ser que “não adianta chorar sobre bolsas estragadas”. Elas não crescem em árvores, e não existem farmácias no meio das florestas...
- Muito bem - eu disse - coloque o bebê em segurança o mais próximo quanto possível do fogo e durmam entre a porta e o bebê para protegê-lo das rufadas de vento frio. Precisamos manter o bebê aquecido. Na manhã seguinte, fui rezar com as órfãs que se dispuseram a reunir comigo. Fiz uma série de sugestões que pudessem despertá-las a rezar e, também, contei-lhes sobre o bebê.
Expliquei nossa dificuldade em manter o bebê aquecido, em função da única bolsa de água que havia estourado, e que o bebê poderia morrer de frio. Mencionei a irmãzinha de 2 anos, que não parava de chorar, pela perda e ausência da mãe. Durante as orações, uma das meninas de 10 anos, uma de nossas crianças africanas, rezou: - “Por favor, Deus, manda-nos uma bolsa de água quente. Amanhã talvez já vai ser tarde, Deus, porque o bebê pode não agüentar. Por isso, manda a bolsa ainda hoje, meu pai.”
Enquanto eu ainda procurava recuperar o ar diante de tamanha demonstração de fé, ela acrescentou: - "E já que está cuidando disso, Deus, por favor,  manda junto uma boneca para a irmãzinha dela, para que ela saiba que o senhor a ama de verdade.”
- Fiquei em apuros. Eu poderia simplesmente dizer “Amém”. Eu, honestamente, não podia acreditar que Deus atenderia àquele pedido. A bíblia nos ensina que a fé, não tem limite.
O único jeito de realizar esse pedido, seria por encomenda à minha terra natal, via correio. Eu estou na África, há quatro anos e jamais havia recebido uma encomenda postal de casa. De qualquer forma, se alguém enviasse algo, mandaria uma bolsa de água quente? Eu morava na linha do Equador... À tarde, durante uma aula da escola de enfermagem, veio um recado dizendo que um carro estacionou no portão de minha casa. Corri...  Ao chegar em casa, o carro havia partido, mas deixou um pacote de 11 kg na varanda. Chorei. Não consegui abrir o pacote sozinha, e pedi que  algumas crianças do orfanato me ajudassem. Tudo foi feito com muito cuidado, para que nada fosse danificado. Os corações batiam forte. Os olhos acompanhavam arregaladamente cada ação.  A camada de cima, era composta de roupas coloridas e cintilantes. O silêncio tomava conta, a medida que ia tirando as novidades. Havia ataduras para leprosos, caixinhas de uvas-passa, farinha de trigo, que daria um gostoso bolo no fim de semana.
Quando pus as mãos de novo na caixa, pasmem... Uma bolsa de água quente, novinha em folha. Eu gritei! Eu não havia feito nenhuma encomenda neste sentido. Ruth, que estava perto, saltou e começou a gritar: - Se Deus mandou a bolsa, ele também mandou a boneca.
Enfiando as mãos na caixa, procurava pela boneca. E lá estava ela... maravilhosamente vestida.  Ruth nunca duvidou. Olhando para mim e perguntou:
- Posso ir junto levar a boneca para aquela menina, para que ela saiba que Jesus também a ama muito?
 Autor desconhecido
Programa exibido em 20/09/11!

Valorize o que é seu

Pensamento: “A árvore não nega sua sombra nem ao lenhador.” (Provérbio Hindu)
Mensagem: Valorize o que é seu
O dono de um pequeno comércio, amigo do poeta Olavo Bilac, abordou-o na rua e perguntou-lhe:
- Senhor Bilac, preciso vender o meu sítio, aquele que o senhor conhece tão bem. Será que poderia redigir um anúncio para o jornal?
Bilac então escreveu:
- Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os Pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes água de um ribeirão. A casa banhada pelo sol nascente oferece sombra tranquila das tardes na varanda.
Meses depois o poeta voltou a encontrar o homem e perguntou se ele havia vendido o sítio.
O homem respondeu:
- Nem pensei mais nisso. Quando li o anúncio que você escreveu percebi a maravilha que tinha.
Às vezes, desprezamos as coisas boas que possuímos e vamos atrás da miragem de falsos tesouros.
De vez em quando vemos pessoas abrindo mão da esposa/esposo, dos filhos, da família, da comunidade, dos amigos, da cidade onde residem, da profissão, do conhecimento acumulado durante os anos de vida, da boa saúde, das belezas da vida.
Precipitadamente, jogam pela janela aquilo que Deus lhes deu com tanta graça e que em anos foi cultivado com garra. Olhe em volta, valorize o que você tem:
O seu lar, as pessoas amadas, os amigos com os quais pode de fato contar, o conhecimento que adquiriu, a sua boa saúde e as belezas da vida, que são verdadeiramente o seu mais precioso tesouro. Não adianta fazer um carinho na pessoa amada depois que ela estiver dentro de um caixão.
Não adianta querer reaver trabalhos que negligenciamos. O melhor a fazer é valorizar isso agora.
Peça a Deus para que os problemas do dia-a-dia não lhe gerem sentimentos de impotência, tristeza, ansiedade. Se você se unir a Deus, a vitória para esse tipo de luta ficará mais certa, pois Ele veio “trazer vida e vida em abundancia”.
Ao invés de reclamar de sua família, faz o que está ao seu alcance para que ela melhore.
Em vez de reclamar do ambiente de trabalho, observa o que pode fazer para melhorar o recinto.
Em vez de isolar-se dos amigos por causa das fraquezas deles, procure investir na intimidade emocional, a fim de poder ter liberdade para fazer críticas construtivas aos companheiros.
É necessária uma fé relevante em Deus para que a auto estima seja fortalecida pela superação dos problemas cotidianos e pelo aumento de atividades significativas para si próprio, as quais validam o que se é e o que se faz.
Autor desconhecido
Programa exibido em 19/09/11!

Programa 16/09/11

Ouça na íntegra o programa exibido em 16/09/11!
video

Programa 15/09/11

Ouça na íntegra o programa exibido em 15/09/11!
video

O alfaiate e o tesouro de bresa

Ouça na íntegra o programa exibido em 14/09/11!
video

Lição de Justiça

Ouça na íntegra o programa exibido em 13/09/11!
video