Para refletir!

"Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome". Mahatma Gandhi

AS QUATRO ESTAÇÕES

Um homem tinha quatro filhos.
Ele queria que os seus filhos aprendessem a não ter pressa quando fizessem seus julgamentos, por isso, convidou cada um deles para fazer uma viagem e observar uma pereira plantada num lugar distante.
O primeiro filho chegou lá no Inverno, o segundo na Primavera, o terceiro no Verão, e o quarto o caçula no Outono.
Quando eles retornaram, o pai os reuniu e pediu que contassem o que tinham visto.
O primeiro chegou lá no inverno disse que a árvore era feia, e acrescentou além de feia ela é seca e destorcida.
O segundo chegou lá na primavera disse que aquilo não era verdade contou que encontrou uma cheia de botões e carregada de promessas.
O terceiro chegou no verão, disse que ela estava coberta de flores, que tinham um cheiro tão doce e eram tão bonitas, que ele arriscaria dizer que eram a coisa mais graciosa que ele jamais tinha visto.
O último chegou no outono e disse que a árvore estava carregada e arqueada, cheia de frutas, vida e promessas...
O pai então explicou aos seus filhos que todos estavam certos, porque haviam visto apenas uma estação da vida da árvore...
E disse que não se deve julgar uma árvore, ou uma pessoa, por apenas uma estação, e que a essência do que se é (como o prazer, a alegria e o amor que vem da vida) só pode ser constatada no final de tudo, exatamente como no momento em que todas as estações do ano se completam.
Se alguém desistir do Inverno, perderá as promessas da Primavera, as beleza do Verão, e as expectativas do Outono.
Não julgue a vida e as pessoas apenas por uma estação difícil.
Acredite que com bom senso e perseverança, melhores dias certamente virão de uma hora para a outra!


Autor desconhecido
Ouça na íntegra o Programa exibido em 15/12/2009!
video

Nenhum comentário: