Para refletir!

"Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome". Mahatma Gandhi

OS REMOS DA CANOA

Um velho pescador , bom cristão, gravava num dos remos de sua canoa a palavra : trabalhar e no outro, a palavra rezar . Tinha assim, diante dos olhos , uma lição prática da vida.
Certo dia, conduzia ele, para a outra margem do rio, um desses jovens que tem a religião como uma velharia inútil. Ao ver a palavra “ rezar “ num dos remos , disse ao velho, em tom de ironia:
-Você ainda é dos tempos atrasados ! Para que rezar ? Prá ficar pedindo coisas para Deus ? Deixe isso prá lá , apenas trabalhe e pronto . Tudo o que precisar poderá comprar.
O barqueiro nada respondeu, e como única resposta, parou de movimentar o remo que tinha a palavra “rezar” movimentando violentamente só o outro que tinha a palavra “trabalhar”.
Logo apareceu o resultado: O barco começou a girar em torno de si mesmo, sem ir para frente a fim de atingir a outra margem do rio.
Nesta hora, o pobre rapaz compreendeu a lição: para chegar a outra margem , era necessário manejar os dois remos...
Quantos se matam em trabalhar , só pensam em dinheiro ... porém .... nada conseguem .
Falta uma coisa, o outro remo que traz a palavra “ rezar”.


Autor: Luiz Antonio Alves da Conceição
Ouça na íntegra o Programa exibido em 08/02/10!
video

Nenhum comentário: